Notícias
TCE

Obras atrasadas ou paralisadas de mobilidade urbana custam aos cofres paulistas mais de R$ 660 milhões

2 min de leitura
(https://bit.ly/3ySI28m), o levantamento permite ao cidadão verificar a listagem de todos os empreendimentos problemáticos no território paulista. O mapa disponibiliza gráficos que apontam as principais fontes de recursos e a classificação das obras por áreas temáticas (Educação, Saúde, Habitação, Mobilidade Urbana, dentre outros). 

FONTE: Tribunal de Contas do Estado de São Paulo – TCESP – 02/06/2021.

FOTO: Pexels.

Acesse o Painel de Obras Atrasadas ou Paralisadas do TCESP.


Comentários:

Ao enviar esse comentário você concorda com nossa Política de Privacidade.